segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Não sou uma Pizza... =)



Esta tarte além de muito bonita foi uma agradável surpresa. Da forma como adaptei o "recheio" tem efectivamente um sabor semelhante a algumas pizzas :) mas a base torna-a bastante distinta. É muito saborosa quente ou mesmo fria, e no dia seguinte coloquei as fatias que sobraram a tostar/aquecer na minha sanduicheira e ficaram deliciosas.
Da próxima vez vou experimentar com Ricotta ou mesmo com o nosso tradicional requeijão em vez do Mozzarella porque são talvez as opções com a textura mais semelhante à sugerida na receita original. Esta é uma receita a repetir sem dúvida nenhuma! =)



Tarte Integral de Tomate
Adaptado de "Tomato & Curd Cheese Tart" em Revista GoodFood de Setembro 2008

200 grs de Farinha de Trigo Integral
100 grs de Manteiga com sal Fria
50 grs de Queijo Emmental ralado em fios
100 ml de Água gelada
1 c. de chá de Oregãos secos
1 und de Mozzarella fresco de Bufala
6 a 8 Tomates médios em rama
1 c. de sobremesa de Oregãos frescos
1 fio de Azeite
1 c. café de Sal
Pimenta em grão moída na hora qb


Coloque a farinha, o sal e a manteiga cortada em cubos pequenos no robot de cozinha e processe ligeiramente a mistura apenas até obter uma massa com alguns pedaços de manteiga ainda grandes. Deite a mistura num recipiente e adicione 2/3 do queijo emmental, os oregãos secos e a água fria. Trabalhe a massa com a ajuda de um garfo e posteriormente com as mãos (se necessário adicione um pouco mais de água ou farinha até obter uma massa macia mas não demasiado pegajosa). Forme uma bola com a massa, envolva-a em papel celofane e coloque no frigorífico durante cerca de 30-40 minutos no mínimo.

Aqueça o forno a 200º. Peneire o seu balcão ou local onde vai trabalhar a massa com farinha e estique a massa em forma de rectângulo. Imaginando que o divide em 3 partes vire no sentido do centro um dos terços das pontas e depois o da outra ponta (sobrepondo-as), obtendo uma massa com 3 camadas. Volte a esticar a massa e repita o processo mais 3 vezes de forma a criar várias camadas. Envolva novamente no papel celofane e leve ao frigorífico por mais 10-15 minutos.

Após esse tempo estique a massa, corte-a obtendo uma circunferência de cerca de 25 cm (não estique demasiado a massa para que não fique muito fina), pique o fundo com a ajuda de um garfo e leve-a ao forno durante cerca de 15-20 minutos ou até estar ligeiramente estaladiça. Retire-a e deixe-a arrefecer um pouco.

Polvilhe a base com o restante queijo emmental e cubra com o queijo mozzarella cortado em rodelas. Tempere com sal e pimenta em grão moída na hora e com os oregãos frescos finamente picados.

Corte os tomates em rodelas muito finas e cubra a tarte com elas em forma de círculos cada vez menores à medida que se vão aproximando do centro. Regue com um fio de azeite, diminua a temperatura do forno para 150º e coza a tarte por mais 30-40 minutos até os tomates terem o aspecto de secos e os bordos da massa estarem ligeiramente dourados.

22 comentários:

Chef Spadanini disse...

ora cá está: cozinha com tomates! :)

Rita disse...

ola joana... vejo o seu blog frequentemente, acho o máximo... continue assim... Gostei tanto que adicionei á minha lista de blogs...
Deixo aqui o meu que é de culinária, viagens, musica, etc... o que eu acho interessante ponho...mas mais de sabores!!!!!!

www.1pitadadecarinho.blogspot.com

Rita

Karla disse...

Olá =)
obrigada pela visita, não conhecia o teu blog mas já está na minha listinha.
beijinho...

Joaninha disse...

Chef, com mais tomates do que isto é capaz de ser difícil! :D

Rita e Karla, obrigada pela vossa visita e palavras de carinho. Já visitei os vossos cantinhos e gostei muito!

Bijinhos para todos e boa semana! =)

Saltapocinhas disse...

muito interessante o teu blog!
a não perder de vista!

Joaninha disse...

Obrigada salta pocinhas! =)
Beijinhos

ameixa seca disse...

Essa massa dá um certo trabalho mas o sabor deve compensar e muito :)
Queijo e tomates... uma combinação maravilhosa com uns oregãos pelo meio... uiiii!!!

Anette disse...

Joaninha, se não realçasses que não era uma pizza, olha que eu "comi-a" como tal! A base parece-me óptima!
Beijinhos grandes meus e do Pingo para o Haruki e para ti

Avental da Micas disse...

Se não é pizza o que é? Fantástica e com excelente aspecto! Nunca me passou pela ideia fazer uma massa integral. óptima ideia!

Joaninha disse...

Anette, sabias que quando fiz esta tarte pensei em ti? =)

Micas, a base é bastante diferente. Além de usar farinha integral não leva fermento de qualquer espécie, leva queijo, água gelada e bastante manteiga. Além disso a cobertura também não leva molho de tomate. E a diferença a nível de sabor nota-se bem! É muito saborosa e uma alternativa à base das pizzas porque julgo que ficaria bem com outro tipo de cobertura.

Beijinhos para as duas!

Rita disse...

Obrigada....vai ficando sp atenta, que normalmente tento pôr boa musica para acompanhar os petiscos !!!beijinhos***

Rita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joaninha disse...

Querida Ameixa, a massa é até bem simples de fazer apesar de parecer trabalhosa pelo texto, a única questão é que tem de ir ao frigorífico duas vezes para nos permitir trabalhá-la melhor. Além disso desconfio que esta massa bem estendidinha dava umas bolachinhas integrais de queijo bem deliciosas. Um dia experimento e depois digo como correu! :)
Jinhos

Carla disse...

Pizza ou não, é deliciosa de certeza =)

bjs

Margarida disse...

Eu voto no ricotta, e no requeijão, e no mozzarela, e no feta, e..e.... Adorei!
Como tudo o que leva tomate, queijo e óregãos!
: )

Cristina Momentos Preciosos disse...

Joaninha,que bela pizza apresentas aqui!
Quanto ao creme ferrero é uma longa história,rsrs,postarei em breve,:):)
Bjs

belinhagulosinha disse...

que bom aspecto amiga,jinhos grandes princesa linda

Mari Azevedo disse...

Joaninha querida, que delícia de blog!!! Amei esta tarte, e todas as tuas demais receitas... =D
Ahhh já virei freguesa daqui também.. vou te linkar para acompanhar bem de pertinho.
Obrigada por comentar no meu blog e pelos elogios, fiquei feliz demais!
Beijosss

Agdah disse...

Menina, eu estou precisando retomar as pizzas de secta à noite aqui em casa...

Andreia disse...

Aqui está uma receita diferente, que sem dúvida vou experimentar! Adoro tartes salgadas :-)

Bjinhos

Leonor de Sousa Bastos disse...

mama mia!...:) mas que bela tarte de tomate!
Deve ser óptimo esse saborzinho a pizza!...
Além disso, ficou com um aspecto de dar água na boca!...nhami!

Nysa disse...

ficou muito linda ;-) anotei a receita e adorei a parte do integral!!! beijocas