quinta-feira, 31 de maio de 2007

Senhor de Matosinhos, Francesinhas do Requinte, Canguru do Amor e Compras!

Ontem foi dia (ou melhor, noite) de ir até ao Sr. de Matosinhos. A idéia era comermos uma sardinhada acompanhada de uma bela salada de pimentos assados e andar no Canguru do Amor (devo confessar que este era mais um íntimo desejo meu!).
Para tal propósito resolvemos desta vez fugir um pouco à rotina, deixamos o carro bem estacionado e viajamos no metro de Gaia até Matosinhos (podem gozar o que quiserem mas o metro do Grande Porto ,apesar de ter chegado tarde, foi das melhores coisas que por cá aconteceram nos últimos tempos :-) ).

Acontece que, felizmente ou infelizmente, o percurso para a festa obriga-nos a passar perigosamente perto do tão famoso Café Requinte e das suas famosas Francesinhas! :-D

Pois... o que deveria ser uma incursão pelo prazer de comer umas deliciosas e saudáveis sardinhas acabou na degustação de uma também deliciosa, mas igualmente calórica e menos saudável, francesinha! Escusado será dizer que a dita cuja estava deliciosa como sempre, e especialmente picante, mas soube-me pela vida!

Rumamos então às diversões com o conforto do estômago cheio, e como já referi, o meu objectivo era o Canguru do Amor, mas vá-se lá saber porquê perdi a vontade quando me apercebi que cada voltinha custava €2!!! Pois, se calhar sou eu que já não saio há muito tempo :-D, mas sinceramente uma voltinha não dá para nada e depois temos ainda os carrosséis, os carrinhos de choque, o castelo do terror e por aí adiante... e então, como mulher que sou :-), resolvi gastar o dinheiro nos seguintes presentes para "moi même" os quais já desejava há algum tempo!




Uma tradicional forma em barro para o Pão de Ló de 3/4 que me custou €6 e....


...uma fantástica forma em silicone que me custou a pechincha de €5,5 e que vai servir para fazer uma sobremesa na qual ando de olho há uns dias! :-DDD

E foi assim a minha ida este ano ao Sr. de Matosinhos. Espero que se por lá aparecerem a vossa ida seja tão divertida e proveitosa quanto a minha. ;-)

Mal posso esperar pelo próximo ano! :-D

13 comentários:

Vitor Hugo disse...

Como eu sempre digo: to nadando na inveja! Hahahahah €5,5, apenas. Aqui no Brasil é um absurdo de caro fôrmas de silicone, pelo menos para mim, pobre assalariado!

bia disse...

forma de pao de lo, como eu queria uma assim !!! Minha avo tinha uma que ela mandou fazer mas nao era em barro, ela me deu, e me roubaram :(

Verena disse...

Joaninha, adorei seu texto!!! O que será que é o Canguru do Amor???? Fiquei daqui tentando imaginar...rsrsrs...a forma de pão de ló é uma graça, normalmente aqui no Brasil o pão de ló é feito em tabuleiro. Adorei tudo! Beijos e ótimo final de semana!


www.mangiachetefabene.wordpress.com

Joaninha disse...

Vitor, eu imagino, nestas coisas gasta-se um dinheirão e acredite que aqui também é muito caro :-(. Eu tive muita sorte em encontrar esta numa tenda na feira porque para ter uma idéia a mais barata que eu tinha encontrado até agora custava mais do dobro! Eu até fiquei meio desconfiada, mas como a tenda é de uma loja que eu conheço muito bem resolvi arriscar :-).

Bia, eu também não tinha nenhuma e tive uma sorte danada em encontrar em barro porque aqui onde moro não se encontram nas lojas, só mesmo nestas feirinhas que se fazem. Tive muita sorte!

Verena :-))), como é que eu te hei-de explicar o que é o Canguru do Amor??? :-DDD Ora bem... imagina vários bancos de avião (mas mais fofos) elevados que andam para cima e para baixo com velocidade e em círculo. O que acontece com este movimento é que somos obrigados a ficar juntinhos :-) enquanto pulamos como o canguru! :-DDD
Pão de Ló em tabuleiro??? Não tem buraco? :-D

turbolenta disse...

Ainda bem que por aqui passei.
Quando passo pelo Porto "aterro" sempre na Boavista na Capa Negra, para comer uma francesinha.
Mas já me disseram que há tascas na zona da ribeira onde elas são melhores. Agora fala-me noutro sítio.
As que agora comeu são melhores que as da capa negra?
Na capa negra gosto muito dos rissóis de carne.
bom fim de semana

Joaninha disse...

Turbolenta, gostei muito do seu comentário, quanto mais não seja para ter oportunidade de dar a minha opinião sobre as francesinhas do Capa Negra. Há quem goste muito, mas eu não faço parte desse grupo. A verdade é que realmente também só acho piada aos rissóis.
Então é assim...
Na minha humilde opinião as melhores francesinhas que provei até hoje são as do Café Requinte em Matosinhos (não sei se conhece mas descendo da Boavista até à Foz deve seguir para Norte na linha da praia e o café é muito próximo da câmara), as da recente cervejaria Porto Beer na avenida da Boavista (muito próximo do Capa Negra), e finalmente as do minúsculo café Buffet Fast na rua santa catarina na baixa. Para mim a grande diferença é que são francesinhas confeccionadas com ingredientes de qualidade e os molhos distinguem-se dos outros que a meu ver sabem todos quase ao mesmo e meios recessos. Além disso é tudo feito na hora, ao contrário das do Capa Negra que são confeccionadas tipo linha de produção e muitas vezes congeladas.
Em relação ao espaços em si (por vezes é importante) o café requinte é mesmo um café muito simples e com aspecto antigo mas que vale bem a pena frequentar - atenção que só servem francesinhas e pregos no prato! A cervejaria Porto Beer (um dos meus espaços preferidos nos últimos tempos) é um espaço recente e moderníssimo com dois pisos e é muito agradável lá jantar- a decoração é muito diferente nos dois pisos e o ambiente é muito sossegado ao contrário do que estamos habituados neste tipo de espaço - tem também a particularidade de ter 4 tipos de francesinhas, a da casa, a normal, a vegetariana e a de carnes brancas (desta não gosto tanto). Finalmente o Buffet Fast é um lugar minúsculo (penso que tem 4 mesas!) tipo café mas também muito famoso entre os apreciadores desta iguaria - pelo que sei é o único prato que serve e atenção que termina de servir muito cedo.
A minha sugestão é, se lhe apetecer uma francesinha da próxima vez que vier ao Porto, que vá conhecer o Porto Beer, penso que vai gostar.
As tascas na ribeira também são uma opção que prefiro ao Capa Negra, mas limitei-me e sugerir as que considero melhores e que mais agradam ao meu paladar.
Espero ter ajudado, e claro que esta é meramente a minha opinião porque no que diz respeito a gostos nem sempre somos iguais, e ainda bem que é assim, não é?:-)!
Bjs!

fezoca disse...

Que forma de barro maravilhosa!! Adorei e tambem invejei... ;-) bjos,

Agdah disse...

Menina, fiquei encantada com a forma de barro. Sardinhada, foi??? Não vou consegui dormir hoje só imaginando...

Alienation disse...

Joaninha, não é Buffet Fast, mas Buffet Fase.

É preciso dizer que as francesinhas do Porto Beer custam cerca de 3x mais que nos outros sítios.

Agora sobre francesinhas, não há nada como experimentar várias. Cada cabeça sua sentença. As do fase são realmente boas, mas a fama deve-se mais a um Jornalista do expresso que gosta delas e que não perde uma oportunidade de fazer publicidade de borla. Quanto a mim há melhores...

Cumps.

Joaninha disse...

Sim é verdade. Cada cabeça sua sentença, e não há mesmo nada como experimentar. :)
Existem muitos sítios onde nunca fui e que mantenho em lista de espera. As opções que apresento são aquelas, entre as que experimentei até agora, que me merecem mais atenção. No que diz respeito ao Buffet Fase (obrigada pela correcção, é o que dá escrever à pressa :-) ) eu não fazia idéia da publicidade feita no Expresso pois estas francesinhas foram-me apresentadas por um amigo que mora perto do local e que lá vai com frequência, mas também concordo que há melhores,até porque das 3 sugeridas a minha preferida é a do requinte, mas mais uma vez nem toda a gente gosta porque o molho é forte. Em termos de preço e se não me falha a memória a francesinha do Porto Beer ronda os €9,5,enquanto que no requinte costumo pagar cerca de €8 (pela francesinha, batatas e bebida) mas a diferença é sem dúvida o espaço em si e o serviço. As minhas sugestões são efectivamente muito distintas. Já agora seria interessante sugerir-me outros locais porque adoro visitar sítos sugeridos pour outras pessoas!
Obrigada e volte mais vezes!

Cumprimentos.

Joaninha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joaninha disse...

Sim é verdade. Cada cabeça sua sentença, e não há mesmo nada como experimentar. :)
Existem muitos sítios onde nunca fui e que mantenho em lista de espera. As opções que apresento são aquelas, entre as que experimentei até agora, que me merecem mais atenção. No que diz respeito ao Buffet Fase (obrigada pela correcção, é o que dá escrever à pressa :-) ) eu não fazia idéia da publicidade feita no Expresso pois estas francesinhas foram-me apresentadas por um amigo que mora perto do local e que lá vai com frequência, mas também concordo que há melhores,até porque das 3 sugeridas a minha preferida é a do requinte, mas mais uma vez nem toda a gente gosta porque o molho é forte. Em termos de preço e se não me falha a memória a francesinha do Porto Beer ronda os €9,5 (só a francesinha),enquanto que no requinte costumo pagar cerca de €10,5 por tudo(francesinha, batatas e bebida) mas a diferença é sem dúvida o espaço em si e o serviço,uma coisa não tem nada a ver coma outra e o valornão é assim tão diferente. No Buffet Fase não me lembro muito bem mas penso que são mais baratas.
As minhas sugestões são efectivamente muito distintas. Já agora seria interessante sugerir-me outros locais porque adoro visitar sítos sugeridos por outras pessoas!
Obrigada e volte mais vezes!

Cumprimentos.

Ana disse...

Francesinhas no Porto é no Capa Negra. E os rissóis. E o caldo verde. E a canja. E os creeeeepeees...Aos outros sítios só quando não é possível sair cedo de casa (já se sabe que o Capa Negra cedo fica cheio de gulosos).
Quanto aos outros sítios, têm a vantagem de nunca se ter de esperar por mesa.
Já agora, posso informar que as francesinhas no Capa não são congeladas. É das poucas casas que têm a cozinha completamente à vista do cliente, apenas separada do balcão por um vidro, pelo que quem se sentar nos lugares do balcão em frente às vidraças pode ver como os vários grileiros da casa se dedicam a fazer, com toda a perícia, as francesinhas que vão saindo.

Cumprimentos!