sexta-feira, 11 de maio de 2007

Doces Sidónios em Caminha


Depois das Bolas de Berlim de Viana do Castelo deixo-vos mais uma sugestão deliciosa que hoje recordei - os deliciosos Sidónios, pastéis de feijão da famosa confeitaria Riviera em Caminha. Hoje já me deliciei com dois :-D e na minha humilde opinião acho que são os melhores que eu já provei até hoje!

Qualquer dia tenho de pensar em pedir comissão pela publicidade... :-D

10 comentários:

Cláudia A. disse...

Nossa, nunca vi nada parecido. Você sabe como eles são feitos?

Joaninha disse...

Olá Cláudia! Infelizmente não :-( mas gostava de saber :-D.
Estes sidónios são do género dos pastéis de feijão que aqui em Portugal estamos habituados a ver nas confeitarias (normalmente redondos), embora o sabor destes seja realmente do mais delicioso que já provei. De qualquer forma já vi algumas receitas nalguns sites de tarte de feijão e que devem pelo menos ser parecidas com esta. Aqui vai uma que eu tenho na minha lista de receitas a experimentar e que acho que não deve fugir muito à receita dos sidónios. Espero que ajude.
Bjs

Joaninha disse...

http://www.gastronomias.com/doces/doce1115.htm

SudEx disse...

Hey...... isto nao é uma simples tarte de feijão.... Ou será que uma Francesinha à moda de uma-ou-duas casas célebres do Porto, são apenas pao de forma com carne e queijo e tal?!?...

Sobre os Sidónios: o que muito nem sonham, é que a semelhança deste pastel com um caixão, não é pura coincidência.

A referência está lá, no nome, isto é uma espécie de "analogia" com o caixão do Sidónio Pais.

Foi-me dito em tempos que o pastel tem origens em Viana do Castelo e não em Caminha, apesar do Sidónio Pais ser de Caminha.

A "rivalidade" entre pastelarias de Viana mantém-se ainda hoje, onde um diz que foi ele que inventou o pastel e não o outro, esse outro que por sua vez afirma a mesma coisa, até mesmo na TV Nacional e tudo.......

Apanhem um Comboio e investiguem voces próprios! A pastelaria do sr. Natário (esquece-me agora o nome ao certo....) fica bem perto da Estação de Viana do Castelo.

DN

Joaninha disse...

Excelente comentário, obrigada por partilhar connosco. A pastelaria do Natário em Viana do Castelo eu conheço bem por causa das bolas de berlim! :)

Joaninha disse...

Excelente comentário, obrigada por partilhar connosco. A pastelaria do Natário em Viana do Castelo eu conheço bem por causa das bolas de berlim! :)

Anónimo disse...

A receita do pastel Sidonio esta registada no nome da Pastelaria Brasileira em Viana do Castelo.

Alejandra disse...

passei 2 vezes pela confeitaria riviera....comi eclair de chocolate. confesso que fiquei arrependida de nao comer mais nada por lá pois a eclair é a mais maravilhosa que já provei(na segunda vez, comi 4). ficou dificil realmente aqui no rio de janeiro encontrar alguma parecida.as bolas de berlim de viana são um capitulo a parte...devo dizer que aqui no rio de janeiro elas são conhecidas como "sonhos" o que fica completamente inapropriado visto que o que eu comi em viana no NATARIO sim são verdadeiros sonhos e o resto e conversa fiada...ou pior...pesadelos! nunca mais achei doces tão gostosos como em portugal...sinto saudades!

Anónimo disse...

Eu sei a receita dos sidónios. Não tem nada a ver com os pastéis de feijão.
Os sidónios são fabricados com açúcar, farinha, ovos e amêndoas, essencialmente.

Receita:

1 kilo de açúcar
12 Ovos
50g de farinha
250g de amêndoas moídas.

Coloque o açúcar no fogo, com um pouco de água, até atingir ponto de cabelo (molhe o polegar, junte o indicador e tente desligar os dedos. Se fizer um fiozinho, está no ponto)

Verta o açúcar(deixe arrefecer um pouco) em fio sobre os ovos previamente bem ligados (não precisa bater muito)

Junte a farinha, mexendo sempre de forma a não criar grumos.
Junte finalmente as amêndoas devidamente moídas (nas velhas máquinas de moer a carne) de forma a não ficarem em pó nem muito gradas.

Forre as forminhas rectangulares com massa tenra ou folhada, muito fininha e encha até ¾ da altura da massa.
A meio da cozedura, retire o tabuleiro do forno e polvilhe os sidónios com açúcar para ficarem com aquela casca crocante superior. E volte a colocá-los no forno. Não convém demorar muito esta operação para não prejudicar a cozedura.
felisteu@netcabo.pt

Anónimo disse...

A receita dos Sidónios é anterior Ao Sidónio Pais. Os espertalhões da época é que lhe deram a forma dum caixão e o nome do dito cujo.
A receita é de um doce conventual,
que tinha a forma cónica, como a dos pasteis de nata. Aliás ainda se utiliza a forma cónica em algumas pastelarias, dando-lhes outro nome, conforme convenha.

Quem quiser receitas de doçaria fale comigo. fui pasteleiro desde os dez anos até aos 13. aprendi os truques a que os espertos chamam de "segredos"

felsiteu@netcabo.pt