domingo, 8 de julho de 2007

Empanada de Sardinha... de novo! :)




Sexta-feira cheguei a casa do trabalho cansada mas com vontade de uma noite de Tapas. E como sou teimosa e sei que não ía descansar que remédio tive eu em meter mãos à obra. Desse jantar saiu mais uma vez uma empanada que conforme já tive aqui oportunidade de dizer é das minhas receitas espanholas preferidas. Se tiveram oportunidade de ver, em Maio postei a minha primeira empanada que na altura foi de atum. Posteriormente, e porque a Elvira foi tão generosa comigo e me cedeu a receita dela, fiz a sua receita de empanada de sardinha e só vos digo que é simplesmente divinal (espreitem aqui)!

Desta vez, e como o tempo era pouquíssimo resolvi pegar outra vez na minha receita de Empanada de Atum e alterar apenas o recheio. Uma das grandes vantagens desta receita é o facto da massa ser facílima de fazer e não necessitar de descansar. A outra grande vantagem é que é simplesmente deliciosa...

Uma dica: se desejarem experimentar, esta é uma daquelas receitas que ganha muitíssimo se esperarem que arrefeça e ainda mais se a comerem apenas no dia seguinte! Garanto-vos, por isso não sejam gulosos!!! :)))




Massa
. 500 gr de farinha de trigo
. 2dl de Azeite
(para 1 dl utilizei azeite aromático
com azeitonas e pimenta)
. 2 dl de Vinho verde branco
. 1 Gema
. Sal Refinado

Recheio
. 6 Filetes de Sardinha
(pequenas ou médias)
. 2 tomates pequenos
. 4 colheres de sopa de polpa de tomate
(eu prefiro da compal)
. 1/2 pimento verde
. 1/2 pimento vermelho
. Azeitonhas pretas
(cerca de 10, mas conforme o gosto de cada um)
. 2 dentes de alho
. 2 Cebolas pequenas
. 1 Alho Francês
. Azeite q.b.
. Vinho verde branco q.b.
. Pimenta (moída na altura de preferência)

Massa
Num recipiente colocar a farinha e abrir um buraco ao meio onde se verte o vinho e o azeite (por esta ordem). Juntar um pouco de sal a gosto e trabalhar os ingredientes até conseguir uma massa homogénea. O ponto ideal será quando a massa deixa de pegar às paredes do recipiente. Se necessário colocar mais um pouco de farinha até obter o ponto adequado, mas cuidado para não colocar farinha em demasia ou corre o risco de não conseguir trabalhá-la.

Recheio
Coloque o azeite num tacho juntamente com as cebolas picadas e o alho francês cortado em rodelas finas e deixe refogar um pouco. De seguida adicione os tomates (sem pele ou com, conforme o gosto) cortados em cubinhos e a polpa de tomate. Acrescente o alho picado, os pimentos cortados em tiras, as azeitonas em bocadinhos e deixe cozinhar em lume médio acrescentando um pouco de vinho branco e repita sempre que necessário para não deixar secar o preparado em demasia.

Quando achar que os pimentos estão praticamente cozidos deite com cuidado sobre o molho de tomate os filetes de sardinha cortados ao meio aos quais retirou o rabo e espinhas maiores. Tempere com sal e pimenta e deixe cozer sem mexer muito para não desfazer os filetes. Deixe cozinhar em lume brando cerca de 5 minutos, com a ajuda da colher de pau e no próprio tacho corte os filetes em bocados grandes e reserve.

Unte uma forma tipo tarteira (com fundo amovível para ser mais fácil de desenformar, mas pode usar outra normal) e forre-a com metade da massa, que entretanto estendeu em cima do balcão da cozinha polvilhado com farinha, em forma de círculo (a medida ideal deve ser sempre um pouco maior que o diâmetro da forma que utilizar). Fure o fundo da massa com o garfo.

Em seguida coloque o preparado de sardinha por cima da massa e feche a empanada com a outra metade da massa também estendida em círculo. Com as pontas dos dedos feche bem os rebordos da empanada para que não exista o risco do recheio sair. Pique a empanada com um garfo, bata ligeiramente a gema do ovo e pincele todo o topo. Leve ao forno a 150ºC durante cerca de 30 a 40 minutos.

Sirva fria.




11 comentários:

Célia disse...

Isso é que foi postar no fim se semana rsss e tudo coisinhas boas, são certamente optimas opções para as minhas férias. fica bem jinhos

fatima disse...

Ai as empanadas!
Lembro-me que há muitos anos fui passar a Passagem de Ano a Vigo e como é tradição, entra-se nos bares uns atrás dos outros..e enquanto os meus amigos lá iam bebendo uns atrás dos outros, eu (que nem seuqer bebo..) vingava-me...nas empanadas, claro!
Fiquei com uma grande dor de barriga mas fiquei fã!!

Elvira disse...

Eu não disse que era boa...? ;-)

Ficou super linda, a sua.

Agdah disse...

Menina, eu andava mesmo procurando receitas com sardinha. Mas quer dizer que a massa não leva nenhuma levedura?

Agdah disse...

Outra perguntinha, vinho verde "branco"???

Joaninha disse...

Agdah, sim, é mesmo assim,não leva nenhuma levedura e é muito boa!
Quanto ao vinho :) espero não ter dito nenhuma asneira,mas como aqui temos o vinho verde que pode ser branco ou tinto eu faço sempre essa distinção. :)Não sei se com maduro fica bem,nunca experimentei...
Beijinhos!

Camila L disse...

Oi, Joaninha! Primeira vez que visito sua cozinha e já me apaixonei pelo Haruki! Que cachorro mais fofo! Minha segunda paixão foi essa Empanada de Sardinha! Deve ficar saborosíssima! Assim q precisar voltar a cozinhar, ela vai pra minha cozinha ;-)

Dinha disse...

Nossa que delícia de empada, como gosto deste salgado! E com sardinha é aprimeira vez que vejo.
Abraços.

Andrea disse...

Alô Joaninha!

Adorei essa receita de empada! Costumo fazer sempre de galinha, mas da próxima vez vou tentar a sua receita.

Parabéns pelo blog! Uma delícia atrás da outra!

Abraços,

Camila L disse...

Passei só para dizer que estou com os ingredientes separados para testar essa receita sua de empanada. Desde ontem não me sai da cabeça!

Camila L disse...
Este comentário foi removido pelo autor.